Calvície Masculina

O QUE É?
A calvície, também é conhecida como Alopécia Androgenética (AAG), é uma manifestação fisiológica ocorrida em pessoas predispostas geneticamente, ou seja, não é considerada uma doença, mas sim uma herança genética que pode ser de origem materna ou paterna.

A perda de cabelo pode ser iniciada a partir dos 18 anos, alternando em períodos de quedas acentuadas e períodos de estabilização. A partir dos 50 anos, a calvície tende a diminuir, ocorrendo assim de forma lenta e homogênea. Outro fator observado nesse processo, é que quanto mais tarde a calvície se inicia, menor será o seu grau de acentuação.

De um modo geral, pessoas com cabelos claros e finos possuem cerca de 50.000 fios a menos do que pessoas com cabelos pretos e grossos. É normal que com a idade o volume dos cabelos diminua, contudo este problema pode ser amenizado com uma alimentação rica em proteínas, geralmente encontrada em leite e derivados, carnes, ovos, grãos, castanhas e soja. Vitaminas e minerais também podem ter influência sobre a saúde capilar. Porém, é necessário lembrar que estes fatores não podem mudar o padrão genético de calvície pré-estabelecido.

POR QUE OCORRE?
Como relatado no tópico acima, a calvície tem como origem causas genéticas, podendo a tendência a esta pular toda uma geração, afetando somente um dos filhos do casal e os outros não.

Isso ocorre nos casos em que os genes que determinam a calvície estão em um dos lados da família, ou no lado materno ou somente no paterno. Caso os dois lados da família possuam casos de calvície é bem provável que os filhos do casal serão calvos também. Apesar da genética ser uma das principais causas da perda de cabelo, ela não é a única. A calvície também pode ser causada por estresse, tratamentos com certos tipos de medicamentos e outros fatores externos.

COMO OCORRE?
A calvície é um processo gradativo, ou seja, ela não ocorre de um dia para o outro. Ela é causada pela chamada minituarização dos fios, isto é, quando os fios longos e grossos se tornam finos e curtos, nascendo cada vez mais fracos e ralos, o que possível a visualização do couro cabeludo através do cabelo. Há dois tipos de cabelos: os que contém o código genético que proporciona a calvície e os que não contem esse gene. Cabelos que não possuem esse gene têm fios que caem durante a noite, ou ao pentear e lavar os cabelos, porém, são imediatamente repostos por fios tão grossos e fortes quanto os anteriores.

Já o cabelo com o gene da calvície possui receptores para o hormônio dehidrotestosterona em sua raiz. O que ocorre é que esse hormônio enfraquece os fios, os tornando cada vez mais finos até que estes se tornem uma penugem que, ao cair, não nascerá novamente.

TIPOS DE CALVÍCIE
calvície é causada por um fator genético e pode ter o início de sua ocorrência ainda na juventude. A tendência dos diversos casos e tipos de calvície é, que com o passar do tempo, se acentue cada vez mais. No quadro abaixo você poderá observar os diversos tipos de calvície.
 
FAÇA SUA AVALIAÇÃO ONLINE
HOSPITAL UNIQUE
(62) 3281-1888
CENTRO CLÍNICO VIA BRASIL
(61) 3442-8217