Tratamentos

Implanters

Implanter é um instrumento responsável por introduzir as unidades foliculares no momento do implante capilar sem que o profissional tenha contato direto, manipule ou traumatize as unidades.

O Implanter foi criado em 1969 por um Hanseniano e paramédico chamado Jung Ki Paek com o propósito de restaurar sobrancelhas de hansenianos, e depois foi modificado em 1985 pelo doutor Yung Chul Choi, que manteve a utilização em transplante capilar com a técnica FUT para a colocação das unidades foliculares.

Já em 2003, foi desenvolvido um novo modelo pelo Doutor José Lorenzo, na Espanha, chamado Lion Implanter, utilizado na técnica FUE. As mudanças feitas nesse novo implanter foram tão grandes e superiores ao anterior, que tornou um instrumento indispensável na técnica FUE.

O implanter é uma espécie de seringa onde o médico controla a profundidade das agulhas dependendo do tamanho do enxerto, e as agulhas são descartáveis e podem ser trocadas quantas vezes forem necessárias no momento da cirurgia. A agulha possui vários diâmetros.

A presença de um clip circular externo tem como função fixar a agulha e orientar o profissional quanto à posição do bisel. Posicionando o instrumento na mão corretamente assim que o pega na mesa, o cirurgião consegue realizar a implantação sem que precise necessariamente estar vendo a ponta da agulha, assim os assistentes também fazem uso dessa orientação para inserir as unidades foliculares no interior da agulha. Com isso o procedimento fica mais rápido e centenas de unidades foliculares podem ser implantadas em um curto tempo.

Os implanters têm sido utilizados muito na região temporal, na região da coroa assim como na região da barba, devido à angulação acentuada dos fios nessas regiões, facilitando assim o procedimento do implante capilar.

 

Utilizando punches pequenos de 0,8 a 0,9 mm de diâmetro, não há a necessidade de emagrecer o enxerto, pois a epiderme serve como tampa para reduzir o sangramento e evita que a unidade seja colocada além da profundidade ideal.

Como o diâmetro da agulha é pequeno, é possível criar grandes densidades, fazendo com que as unidades fiquem próximas umas das outras, respeitando uma distância segura.

Apesar do uso dos implanters elevar o custo da cirurgia pela técnica FUE, as vantagens são muito maiores. O aspecto é natural, o paciente possui uma cicatrização rápida, há o controle da profundidade dos enxertos na implantação, máxima densidade por cm2, menor dano aos vasos, nervos e cabelos existentes, sem contar na mínima manipulação e trauma das unidades foliculares, protegendo o bulbo capilar, parte mais importante da unidade.

 

 

 

FAÇA SUA AVALIAÇÃO ONLINE
HOSPITAL UNIQUE
(62) 3281-1888
CENTRO CLÍNICO VIA BRASIL
(61) 3442-8217