Finasterida

Finasterida

A finasterida é o medicamento mais conhecido para o combate da calvície masculina. Ela atua no couro cabeludo bloqueando a ação da enzima 5-alfa-redutase, responsável por transformar a testosterona em dihidrotestosterona (DHT) - hormônio relacionado ao afinamento dos fios.

Apesar de não ter ação hormonal propriamente dita, a finasterida diminui significativamente os níveis de DHT no folículo piloso e na corrente circulatória. Pode ser tomada a qualquer hora do dia com ou sem alimentos, isoladamente ou em associação com minoxidil.

Não existem relatos significativos de interações medicamentosas ou alergias.

Quem pode usar a finasterida?

Essa medicação é uma opção para homens com alopecia androgenética.

O uso da finasterida não é recomendável para mulheres. Essa medicação pode trazer danos em caso de gravidez ou no período de amamentação, sempre procure o acompanhamento de um médico especialista para saber a melhor opção de tratamento para o seu caso.

Existem outros casos específicos em que a finasterida é contra indicada, por isso, o acompanhamento profissional é essencial.

A medicação causa disfunção sexual?

Estudos clínicos confiáveis mostram que o uso de Finasterida na dose de 1mg ao dia causou redução de libido em 1,9% dos pacientes, diminuição do volume da ejaculação em 1% dos pacientes e disfunção na ereção em 1,4%. O mais indicado é que o paciente faça acompanhamento com um médico urologista.

A finasterida diminui a massa muscular?

Não, a finasterida bloqueia a dihidrotestosterona (DHT) e não a testosterona, não influenciando na musculatura e nos resultados da academia. Pessoas que usam hormônios sintéticos, como a própria testosterona, para aumentar a massa muscular, podem sofrer a aceleração da calvície, nesses casos, o uso da finasterida pode até ser indicado por um profissional.

Por que escolher o Dr. Calixto?

Saiba Mais

Tratamento clínico ou cirúrgico, qual é o ideal para você?

Clique aqui